Quem sou eu

Escritora chilena naturalizada brasileira, bacharel em Artes Visuais e Mestre em Arte Educação. Membro da Academia de Letras do Brasil Santa Catarina - Florianópolis, Membro da Academia Boituvense de Artes e Letras - Boituva - SP, Membro da Confederação de Letras e Artes de São Paulo - CONBLA - Editora Chefe da GAPLA Edições em Santa Catarina - Brasil.

Milka Plaza

Milka Plaza

domingo, 15 de setembro de 2019

Amor, sublime amor

Eu te amo ele disse.
Ela olhou para ele com ternura...
e ambos se beijaram e continuaram a dançar ao compasso de uma música sideral.
Não importava a música.  Eles dançavam abraçados e se amavam e riam apaixonados.  O mundo era só deles. 
Em volta, um círculo de expectadores acompanhava com seus olhares a dupla de violino e baixo que tocava animadamente. 
O casal, moradores de rua, aproveitava a música, a tarde de sol e o amor que enleva a alma.

Pontas que apontam

forma redonda?
Um altar?
Será?
Pontas 
Sem cores 
Que apontam
Para algum lugar
Base?
Quadrada
Como
O mundo
Em 
Que vivemos 
Mundo
Tangível 
Do tempo 
Que
Escorre 
Pelas nossas mãos

A poção mágica

preparei uma poção mágica do amor.  Coloquei na minha panela uma boa dose de frutas, farinha, 
temperos aromáticos e leite de soja para misturar. Levei ao fogo e depois para o forno. 
O gosto do bolo ficou bom é o efeito, quem diria. Dizem que quem experimenta sai abraçando todo mundo. 
Me dá um abraço?

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

A lua a esperar

o mar
Raso 
A esperar 
A lua
Que se apronta 
Para seu
Melhor momento
Cheia ela 
Quer estar
Para quando
O mar a abraçar 
E ela mergulhar
Como 
A deusa do mar
A confabular
As delícias 
De amar
Teus olhos
Se refletem
Na lua 
Da deusa e do Mar
E vem
O coelhinho a brincar
Nas crateras da lua
Que vai
Mergulhar
No mar
Dentro
Do teu olhar
Verde mar
Que me leva 
A pensar
Nas delícias 
De te amar.

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Escuridão

Solidão
Escuridão
Tudo
Nada.
Camas se afundam
No meio de
Outras camas.
Já pensaram?
Quão
Sozinhos estamos?
Estamos?
Sim.
Não.
Tem pessoas
Que gostam
Do escuro
E da solidão.

O Encontro - Mini conto

O artista marcara o encontro com a bela dama.
Mônica chegara cedo pois seria sua primeira vez como modelo de artista. Ele pessoalmente parecia mais velho
do que ela.
O artista levantara cedo aquela manhã fria. Depois de ler o jornal e tomar seu café  arrumara seu estúdio, o ventilara e
arejara.  Tentou criar um cenário clássico com cores neutras. Estava nervoso pois seria seu primeiro quadro nu 
artístico. A modelo lhe fora recomendada por um amigo professor de artes.
Bom dia maestro! Disse a moça. 
Bom dia respondeu ele.
Foi amor a primeira vista.
O que será que aconteceu?
Nunca se viu o quadro da moça. 
A meu ver eles ficaram conversando em um café tentando arrumar o nosso mundo cibernético.