Quem sou eu

Escritora chilena naturalizada brasileira, bacharel em Artes Visuais e Mestre em Arte Educação. Membro da Academia de Letras do Brasil Santa Catarina - Florianópolis, Membro da Academia Boituvense de Artes e Letras - Boituva - SP, Membro da Confederação de Letras e Artes de São Paulo - CONBLA - Editora Chefe da GAPLA Edições em Santa Catarina - Brasil.

Milka Plaza

Milka Plaza

domingo, 10 de junho de 2012

Liberdade


A imagem do cavalo dá a sensação de liberdade.  Ser livre é agir de acordo com sua natureza. Cavalos não castrados são potros e potros selvagens aqueles que ainda não foram domados.
Então o que é liberdade? É ser cavalo?
Longe disso! Na natureza ele representa a liberdade de poder correr nos campos e ser dono dele mesmo e ser o líder de sua manada.
Para as pessoas é o direito de ir vir sem ter que dar satisfação para ninguém. Será que isso existe?
Uma vez alguém me disse que o preço da liberdade é a solidão. Será?
Depende da pessoa...
Para Spinoza (Filósofo que nasceu em Amsterdã), a liberdade possui um elemento de identifição com a natureza do "ser". Nesse sentido, ser livre significa agir de acordo com sua natureza.É mediante a liberdade que o Homem se exprime como tal e em sua totalidade. Esta é também, enquanto meta dos seus esforços, a sua própria realização. Tendemos a associar a fruição da liberdade a uma determinação constante e inescapável. Contudo, os ditames de nossa vida estão sendo realizados a cada passo que damos, assim a deliberação está também a cargo da vontade humana (na qual se inserem as leis físicas e químicas, biológicas e psicológicas). Diretamente associada a ideia de liberdade, está a noção de responsabilidade, vez que o ato de ser livre implica em assumir o conjunto dos nossos atos e saber responder por eles.
É isso! Saber muito bem responder por eles e ter consciência do que se faz e sem arrependimentos.
Mesmo que não queiramos a sociedade nos reprime com se fosse um ser vivo. Fica a pergunta: existe a liberdade? Ou é uma simples utopia?
Bj.

Nenhum comentário:

Postar um comentário